Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pacha e Polenta - #mypawtrait

by Joana Cordeiro, em 30.11.18

IMG-20181129-WA0007.jpgIMG-20181129-WA0012.jpgIMG-20181129-WA0017.jpg

 

 

Pacha e Polenta ∙ 8 e 2 anos Algarve #mypawtrait 

 

Hoje é dia de um #mypawtrait muito especial, de uns meninos e de uma dona que adoro do fundo do coração. Obrigada Rita por me deixares partilhar a vossa história:

 

"Há eventos que mudam a nossa vida. E no meu caso em particular a adopção do Pacha não foi só mudar: foi salvar a minha vida. Estávamos em 2014 e se existe um fundo de um poço…era onde eu estava. Tinha passado por um evento traumático e estava a destruir-me. Os dias eram passados a dormir e à noite era hora de me perder em copos e sabe Deus mais o quê.  Eis que recebo uma foto de um cãozinho para adopção chamado Sasha. E o meu coração soube. Era ele. Era ele o meu cavaleiro andante. Romantizei aqueles encontros de livro de cabeceira sobre cães para o meu primeiro encontro com o cãozinho. Ia haver lágrimas e ele ia olhar para mim e e eu ia saber que ele era o meu cãozinho que esteve sempre à minha espera.

 

O choque quando vejo que o cãozinho tem quase 30 quilos, que partiu 4 vasos e uma cerca, já montou um São Bernardo e está agora a montar o meu amigo que entretanto caiu ao chão. E…chegámos há 10 minutos. Ok.

 

E sim. Quando fui para casa mudei de ideias mil vezes. Até que a dona me diz “amanhã o sasha está aí!” a sensação deve ser parecida à que se sente quando nos rebentam as águas. “E agora?” O Sacha passou a Pacha. A casa enorme em Azeitão passou a um t1 de bonecas na Poço dos Negros e a família grande com cães passou a uma só pessoa. E de repente eu já não me preocupava nem com o que me entristecia os dias porque tinha diante de mim um cão muito triste que sentia falta de casa. Um cão que também não gostava de caminhar. E um cão que não gostava de estar fechado mas que…adorava comer. E foi com biscoitos na mão que o habituei a 4 caminhadas diárias. E foi com um sofá fofo que lhe ensinei que a vida citadina não é má de todo. E foi com muito mimo no calor da minha cama que lhe mostrei que afinal eu era fixe e ele tornar-se-ia um pastelão como a sua dona. No entanto…o Pacha continuava a sentir-se sozinho. E a adaptação foi tão fácil que pensei “Vou arranjar uma Polenta!”

 

E eis que vem uma pequenina bola de banhocas para a nossa casa de bonecas. E a nossa vida de calmaria…acabou. Mais que uma cadela ela era decoradora de interiores (roeu-me a cozinha toda e deixou os brinquedos intactos), ela era conselheira de moda (que desaprova que a sua dona goste de andar de havaianas o ano todo) e fisiatra (porque também acha que os saltos altos da zillian não são bons para mim.) Acorda há 2 anos às 8 da manhã com a energia de um jack Russel. É capaz de ladrar para uma parede durante 1h. E ela e o Pacha correm os dias inteiros quando ele nem caminhava.

 

A Polenta é aquela amiga chata que não se cala, que na praia quer sempre correr e fazer coisas, que não sabe estar quieta e que come 10 bolas de Berlim e não engorda. O Pacha é aquele companheirão para quem todos os dias são domingo, parece que está sempre ressacado e que gosta de tirar uma “granda” sorna no sofá enquanto vê um granda netflix e que só acorda com a entrega da pizza à porta.

 

E já não imagino a minha vida sem nenhum dos dois.

 

O dinheiro que gastava em copos e em sapatos foi divido com ração e idas ao vet. As férias, sozinha, em sossego foram substituídas por planos pet friendly e acabam por ser mais divertidas. O meu trabalho que me punha 16 horas fora de casa foi substituído por freelancing no conforto do lar com a Polenta a roer-me o portátil. E a minha cama tem pêlos e baba de cão mas eu durmo entalada pelo carinho de dois gordos que me fizeram apreciar a simplicidade da vida e dar valor às pequenas coisas. Nomeadamente…aos pequenos tampões de ouvido sem os quais eu hoje consigo viver!"

 

Todas as semanas, às Sextas-feiras, quero dar a conhecer o #mypawtrait, onde mais do que a vossa fotografia (ou vídeo), partilho a vossa história. Hoje foi a vez do Pacha e da Polenta, mas para a próxima semana será a vossa. Envia para the.pawtrait@gmail.com

 

...

 

Pacha and Polenta ∙  8 and 2 years old  #mypawtrait  

 

Today is a very special #mypawtrait day, this story is the story of two little ones and her owner that I love from the bottom of my heart. Thank you so much Rita for letting me share your story. By her own words:

 

"There are certain events that can change your life. In my particular case, what Pacha’s adoption brought to the picture was way bigger than just changing: he saved my life. It was the year of 2014 and if there was something called your worst and lower point…I was “it” I had have been through the most traumatic event ever and I was trying to either sleep it off during the day or drink it out as soon as the sun would go down. (And only God knows what else I was doing!) But then I got a picture of a cute little dog that was for adoption called Sasha. And then my heart knew. There he was my knight, my prince, my saviour. I rolled the story in my head over and over again of how we would meet. As the lovely stories with dogs that you have by the bed, there would be tears, and he would look at me and see that I was the one he was waiting for this whole time. 

 

How shocking it was to see that the little dog was almost 30 kilos, had already broken 4 vases and a fence, he had already humped on a San Bernard…and was now humping my friend that in the meanwhile had already fallen down on the floor. And we had just arrived 10 minutes ago…ok. Lovely.

 

And of course, after that, I went home and changed my mind about adoption about tone thousand times. But then the former owner said “Tomorow Sacha will be there!” and I don’t know how it feels like when your water breaks…but I’m guessing it’s very similar. “Now what?” So Sacha became Pacha. His big country house in Azeitão turned into a 1 bedroom apartment in Poço dos negros, and the big family turned into one single person. And suddenly I didn’t care about what made my days so sad, because standing before me was an even sadder dog that was missing is former home. A dog that didn’t like walks. Or being behind closed doors mas that…loved to eat. So holding nothing else than biscuits in my hand, we started walking 4 times a day. With a cosy couch, I thaught him that life in the big city ain’t that bad. And with lots of cuddles in the warmth of my bed, I showed him that I was cool after all, and he would become as chilled as me. But still…he felt lonely. So once it was so easy to train him I thought “Let’s get a Polenta!”

 

And suddenly this cute little fat ball comes to join our little dolls house, and the quiet days were officially gone. She was an “interior designer” (chewed all my kitchen doors leaving her toys intact), fashion advisor (she didn’t agree with the fact that I walked on Havaianas all year long) she was also a doctor (because my zillian stilletos were also not good for my feet). She wakes up every morning for two years at 8 am with the same energy as a Jack Russel, loves to bark to a Wall for hours, and she forces Pacha to run around the whole day when he could barely walk.

 

Polenta is like that really annoying friend that just won’t stop talking, that cannot relax on the beach, wants to run and do stuff all the time, cannot stand still but can eat 10 bolas de Berlin without putting any weight. On the other hand, Pacha is that chilled out and cool friend of yours, to whom every day are Sundays, looks always hangover and loves to nap on the couch whilst watching Netflix, and only reacts to the pizza delivery on the door.

 

I cannot imagine my life without either of them.

 

The Money I used to spend on drinks and shoes, I use it no won dogs food and vet care. My vacations are planned, not in a “by myself don’t disturb please” but in a pet-friendly perspective, and I have a lot more fun. My 16 hours shift outside, was replaced by at home freelancing, while Polenta chews my laptop. My bed has dog hair and drool, but I sleep surrounded by the love of my two fat little dogs, who made appreciate the simplicity of life, and to appreciate the little things: like earplugs…which I cannot live without."

 

Every Friday will be the #mypawtrait day, where more than your pawfriend photograph (or video), I want to share your story. Today is Pacha and Polenta turn, but next week will be yours.

 

Join! For more information send an e-mail to the.pawtrait@gmail.com

Óscar

by Joana Cordeiro, em 29.11.18

IMG_1004.jpgIMG_1008.jpg

 

Óscar ∙  Avenidas Novas

 

Idade: 3 anos.

O que mais gosta: Adora brincar.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Óscar ∙  Avenidas Novas

 

Age: 3 years old.

What he likes the most: He loves to play.

 

And your Pawfriend?

Dobby

by Joana Cordeiro, em 28.11.18

IMG_0967-2.jpg

 

Dobby ∙  Cais do Sodré

 

Idade: 8 meses.

O que mais gosta: Adora correr (podem ver pela foto como foi difícil tentar focar o rapaz!)

 

São uma família linda (e completa)!

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Dobby ∙  Cais do Sodré

 

Age: 11 months old.

What he likes the most: He loves to run (you can see in the photo, that it wasn't easy to focus the boy!).

 

They make a beautiful (and complete) family!

 

And your Pawfriend?

Ali e Balotelli

by Joana Cordeiro, em 27.11.18

IMG_1055-2.jpg

IMG_1051-2.jpg

IMG_1028-2.jpg

 

Ali e Balotelli ∙  Parque Eduardo VII

 

Idade: A Ali tem 2 anos e o Balotelli tem 6 anos.

O que mais gostam: A Ali adora brincar e o Balotelli adora bacon.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Ali e Balotelli ∙  Parque Eduardo VII

 

Age: Ali is 2 years old and Balotelli is 6 years old.

What they like the most: She loves to play and he loves bacon.

 

And your Pawfriend?

 

Cuca

by Joana Cordeiro, em 26.11.18

IMG_1057-3.jpg

 

Cuca ∙  Parque Eduardo VII

 

Idade: 1 ano.

O que mais gosta: Adora comer biscoitos.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Cuca ∙  Parque Eduardo VII

 

Age: 1 year old.

What she likes the most: She loves eating cookies.

 

And your Pawfriend?

 

Lucky

by Joana Cordeiro, em 23.11.18

043-3.jpg

 

Lucky ∙  São Bento

 

Idade: 2 anos.

O que mais gosta: Adora brincar com garrafas de água vazias.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Lucky ∙  São Bento

 

Age: 2 years old

What he likes the most: He loves to play with empty bottles of water. 

 

And your Pawfriend?

Gonga

by Joana Cordeiro, em 22.11.18

IMG_0211-2.jpg

 

Gonga ∙  São Bento

 

Idade: 11 anos.

O que mais gosta: Adora estar com o seu "irmão", um boxer chamado Clyde.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Gonga ∙  São Bento

 

Age: 11 years old.

What he likes the most: He loves to be with his "brother", a boxer named Clyde.

 

And your Pawfriend?

 

Balu

by Joana Cordeiro, em 21.11.18

IMG_0387-6-2.jpg

 

Balu ∙  Arroios

 

Idade: 3 anos.

O que mais gosta: Adora brincar com bolas.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Balu ∙  Arroios

 

Age: 3 years old.

What he likes the most: He loves to play with balls.

 

And your Pawfriend?

 

Conchita

by Joana Cordeiro, em 20.11.18

IMG_0722.jpg

 

Conchita ∙  Jardim do Campo Grande 

 

Idade: 7 meses.

O que mais gosta: Adora jogar à bola (ver vídeo! =P)

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Conchita ∙  Campo Grande Garden 

 

Age: 7 months old.

What she likes the most: She loves to catch the ball (see the video).

 

And your Pawfriend?

Bali

by Joana Cordeiro, em 19.11.18

IMG_0645-2.jpg

 

Bali ∙  Avenida Magalhães Lima 

 

Idade: 4 anos.

O que mais gosta: Passear com o dono. É ele que vai buscar a trela!

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Bali ∙  Avenida Magalhães Lima 

 

Age: 4 years old.

What he likes the most: He loves to walk. He even goes to pick the leash.

 

And your Pawfriend?

 

Dexter - Parte 2 - #mypawtrait

by Joana Cordeiro, em 16.11.18

Dexter1.jpg

Dexter2.jpg

Dexter3.jpg

 

Dexter ∙  5 Anos  #mypawtrait 

 

Pelas palavras do próprio Luís, dono deste menino especial:

 

" A história do Dexter é especial. Muito, mas mesmo muito resumido. A ideia do amigo de quatro patas já existia, mas foi um episódio traumático de assalto à mão armada na nossa casa que nos fez pensar em ter não só um amigo, mas também um amigo que nos transmite-se alguma segurança.

 

Por sorte , conheço o João, um familiar emprestado,  alguém muito próximo, dono de uma menina linda, a Kyara. Partiu dele a ideia do Bull Terrier ao invés da inicial ideia do bulldog francês.

 

Esperámos cerca de 1 ano e meio até encontrar o parceiro perfeito, ele estava em Arcos de Valdevez. Saímos de Lisboa uma madrugada às 6h para providenciar o encontro entre os dois. Resultou na perfeição logo na primeira tentativa.

 

Depois acompanhámos todo o processo, visitas ao vet e até mesmo ecografias. No dia do nascimento dos bebés tivemos a oportunidade de assistir ao nascimento de 5 dos 8. Uma linda ninhada de 5 meninos e 3 meninas.

 

A escolha surgiu de um processo natural de visitas quase diárias à casa do João, até que perto do mês e meio se deu um click com o Dexter, até porque a vontade inicial prendia-se mais para uma menina, pelo porte ligeiramente mais pequeno.

 

Todo este processo será quase impossível de repetir… Daí o facto de ser uma historia tão especial. Acima de tudo sentimos orgulho no Dexter, não é fácil gerir alguns maus olhares, mas temos vindo a quebrar algumas mentalidades relacionadas com esta raça especifica que a maioria das pessoas pensa ter classificação de perigosa. É um animal que (visualmente) impõe algum respeito, mas é um doce com pessoas e outros animais, sejam eles quais forem.

 

Juntei algumas fotos dele na creche do meu filho. As visitas à sala de aula no interior da creche são quase diárias e já quebrámos alguns receios de colegas e meninos que tinham medo de cães no geral. "

 

Muito obrigada Luís!

 

Todas as semanas, às Sextas-feiras, quero dar a conhecer o #mypawtrait, onde mais do que a vossa fotografia (ou vídeo), partilho a vossa história. Hoje foi a vez do Dexter, mas para a próxima semana será a vossa. Envia para the.pawtrait@gmail.com

 

...

 

Dexter ∙  5 Years  #mypawtrait  

 

From the words of Luis himself, owner of this special boy:
 
"Dexter's story is special. The idea of the four-legged friend already existed, but it was a traumatic episode of armed robbery in our house that made us think of having not only a friend but also a friend who give us some security.
 
Luckily, I know João, a borrowed relative, someone very close to us and the owner of a beautiful girl, Kyara. He gives us the idea of a having a Bull Terrier instead of a French bulldog.
 
We waited about a year and a half to find the perfect partner to Kyara. He was in Arcos de Valdevez and, one day we left Lisbon at 6 am for them to meet. It worked perfectly on the first try (love at first sight!).
 
Then we followed the whole process,  including visits to the vet and even ultrasounds. On the day of the babies' birth, we had the opportunity to witness the birth of 5 of the 8 puppies. A beautiful family of 5 boys and 3 girls.
 
The choice came from a natural process of almost daily visits to John's house. We had a click with Dexter.
 
This whole process will be almost impossible to repeat... Hence the fact that it is such a special story. Most of all, we feel proud in Dexter, it is not easy to manage some bad looks, but we have been breaking down some mentalities related to this specific breed that most people think have a dangerous classification.
 
It is an animal that (visually) imposes some respect, but it is sweet with people and other animals.
 
I send you some pictures of him in my son's daycare. This visits to the daycare centre are almost daily and we've already broken some fears from colleagues and boys who were afraid of dogs in general. "
 

Thank you so much Luís!  

 

Every Friday will be the #mypawtrait day, where more than your photograph (or video), I want to share your story. Tomorrow will be Dexter's turn, but next week will be yours.

 

Join! For more information send an e-mail to the.pawtrait@gmail.com

Dexter - Parte 1

by Joana Cordeiro, em 15.11.18

IMG_0617-2.jpg

IMG_0626-2.jpg

 

Dexter ∙  Praça de Londres

 

Idade: 5 anos.

 

O que mais gosta: Ele adora dormir e estar com crianças.

 

Conheci o Dexter por acaso. Este patudo tem uma história impressionante que irei partilhar no post de amanhã.

 

Todas as semanas, às Sextas-feiras, quero dar a conhecer o #mypawtrait, onde mais do que a vossa fotografia (ou vídeo), partilho a vossa história. Amanhã será a vez do Dexter, mas para a próxima semana será a vossa.

 

Para mais informações envia e-mail para the.pawtrait@gmail.com

 

...

 

Dexter  Londres Square

 

Age: 5 years old.

 

What he likes the most: He loves to sleep and to be surrounded by children.

 

I met Dexter by accident. This boy has an amazing story that I'll share in tomorrow's post.

 

Every Friday will be the #mypawtrait day, where more than your photograph (or video), I want to share your story. Tomorrow will be Dexter's turn, but next week will be yours.

 

Join! For more information send an e-mail to the.pawtrait@gmail.com

Agatha

by Joana Cordeiro, em 14.11.18

IMG_0309-2.jpg

 

Agatha (Christie)  Arroios 

 

Idade: 3 anos.

O que mais gosta: Passear e dar beijinhos!

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Agatha (Christie) ∙  Arroios 

 

Age: 3 years old.

What she likes the most: She loves to walk and give kisses!

 

And your Pawfriend?

Romeu

by Joana Cordeiro, em 13.11.18

IMG_0847.jpg

IMG_0825.jpg

 

Romeu ∙  Jardim do Torel

 

Idade: 8 anos.

O que mais gosta: Ele adora jogar à bola e beber do chafariz do Jardim.

 

O Romeu foi adotado há 3 anos e já deu muitas alegrias à sua dona. Partilho convosco a sua coragem:

 

" O Romeu já me protegeu de um assalto ao telemóvel no Jardim do Torel. Os ladrões deram uma pancada na minha mão para o telemóvel cair. Eu gritei e o Romeu veio acudir-me. O ladrão largou de imediato o telemóvel e fugiu. O Romeu foi atrás dele até eu o mandar parar. Antes de o adotar, o Romeu era um cão abandonado e este episódio aconteceu um ano depois de o ter comigo. Como é de calcular fiquei muito feliz com a atitude dele, acabei por ficar com o telemóvel e com a certeza que o meu Romeu me protege :-)."

 

E o vosso Patudo?

 

...

 

Romeu  Torel Garden

 

Age: 8 years old.

What he likes the most: He loves to play with the ball and drink from the Garden Fountain.

 

Romeu was adopted three years ago and has already given many joys to his owner. I share here a story about his courage:


“Romeu has already protected me from a cell phone robbery at Torel Garden. The thieves slammed my hand for the cell phone to fall. I shouted and Romeu came to me. The thief dropped my cell phone and ran away. Romeu went after him until I told him to stop. I was very happy with his attitude, I ended up with the cell phone and with certainty that my Romeu always protects me :-)” 

 

And your Pawfriend?

by Joana Cordeiro, em 12.11.18

IMG_0110-3-2.jpg

 

Zé ∙  Jardim do Arco do Cego

 

Idade: 11 meses (Na altura deste post, ele já tem 1 ano de idade: Muitos parabéns Zé!)

O que mais gosta: Ele adora roer o que não deve.

"O Zé é muito mimado e gosta muito de nos “roubar” as meias! Anda sempre à espera que lhe dêem biscoitos e quando abrimos a caixa do queijo fica doido! Está quase a fazer um ano e por isso o passamento preferido dele ainda é roer o que não deve!" 

 

E o vosso Patudo?

 

...

 

  Arco do Cego Garden

 

Age: 11 months old (at the time of this post, he is already one year old: Happy Birthday, Zé!).

What he likes the most: He loves to chew what he should not.

"Zé is very spoiled and likes to "steal" our socks! He is always waiting for someone to give him cookies and when we open the cheese box he goes crazy! He is almost one year old and therefore his favourite hobby it is still chewing what he should not! "

 

And your Pawfriend?

Artur e Poppy

by Joana Cordeiro, em 09.11.18

IMG_0266.jpgIMG_0281-3.jpg

 

Artur e Poppy ∙  Arroios

 

Idade: O Artur tem um ano e meio e a Poppy tem 8 anos.

O que mais gostam: Ele adora estar ao colo e a ela adora comer.

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Artur and Poppy   Arroios

 

Age: Artur is one and a half and Poppy is eight years old.

What they like the most: He loves to be petted on his owner's lap and she loves to eat.

 

And your Pawfriend?

Nikita

by Joana Cordeiro, em 07.11.18

IMG_074722.jpg

 

Nikita   Estefânia  

 

Idade: 6 anos.

O que mais gosta: Adora estar com pessoas...

 

 

... E olhar (incessantemente) para o bolo de chocolate que o dono está a comer. 

  

E o vosso Patudo?

 

...

 

Nikita   Estefânia 

 

Age: 6 years.

What she likes the most: She loves being around people...

 

... And staring (aka drooling over) the chocolate cake that her owner is eating.

 

And your Pawfriend?

Pupi

by Joana Cordeiro, em 05.11.18

IMG_0255.jpg

 

Pupi  Arroios

 

Idade: 18 meses.

O que mais gosta de fazer: Segundo o dono, adora vadiar!

 

...

 

Pupi  Arroios

 

Age: 18 months.

What he likes the most: According to his owner, he loves to walk in the street.

 

Fino e Molly

by Joana Cordeiro, em 02.11.18

Molly e Fino.jpg

Molly e Fino  Jardim do Arco do Cego 

 

Idade: A Molly tem 1 ano e o Fino tem 4 anos.

O que mais gostam de fazer: A Molly adora correr, já o Fino adora correr atrás da Molly.

 

...

 

Molly and Fino  Arco do Cego Garden

 

Age: Molly is 1 year old and Fino is 4 years old.

What they like the most: Molly loves to run, Fino loves to run after Molly.


ABOUT THE PROJECT

Like dog, like owner. Telling their stories.

ABOUT ME

 

Portuguese © // Animal lover 

Veterinarian // Storyteller

E-mail: the.pawtrait@gmail.com


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D